Gol impedido e pênalti nos acréscimos dão vitória ao Brasil diante da Argentina

Imagem

Por Charley Gima

O Super Clássico das Américas vale pelo encontro das duas maiores potências futebolísticas da América do Sul: Brasil e Argentina.

A proposta de poder levarem somente jogadores que atuam nos países, excluindo os que jogam no exterior, dá uma enfraquecida nos times, mas ao mesmo tempo estimula os jogadores “locais” a se emprenharem para cavar seu espaço nas suas respectivas Seleções. Pelo lado do Brasil é o caso de jogadores como Luís Fabiano, Wellington Nem, Jadson, Ralf, Réver e Dedé.

O jogo foi truncado, com uma Argentina trabalhando os contra ataques, como era de se esperar. Martinez abriu o placar com um forte chute de dentro da área. O empate veio poucos minutos depois, com um gol impedido de Paulinho.

Paulinho aliás, merce sim sua titularidade na Seleção, com ou sem “estrangeiros” em campo. É um volante que marca, desarma e ataca com eficiência. Jogou mais que Neymar  no jogo de ontem! Outro que vem demonstrando muita maturidade, tanto na Seleção, como em seu clube, é Lucas. Apesar de ser foco de uma venda milionária, o garoto não se deslumbrou com a ida ao PSG, e está jogando como nunca! Suas arrancadas deixam qualquer defesa maluca e, por não cair em qualquer contato físico, como faz certo jogador muito conhecido, consegue avançar e servir os companheiros. Foi de uma dessas arrancadas que ele sofreu uma falta que culminou no gol do empate brasileiro.

O Brasil foi novamente vaiado, principalmente na substituição de Lucas, que desagradou à torcida. Mano Menezes foi hostilizado e a torcida pediu em coro a volta de Felipão. Será que Mano aguenta até a Copa?

Neymar marcou nos acréscimos um gol de pênalti, que o juiz assinalou corretamente. decretando assim a vitória brasileira neste primeiro confronto, deixando um gosto de insatisfação pelo que apresentou, mas permitindo que os goianos comemorassem o placar em cima da Argentina de Guiñazu e Barcos.

Falta ainda vermos em campo jogadores que merecem outra chance pelo momento que vivem, como Fred, do Fluminense e Ronaldinho Gaúcho, do Atlético MG. É esperar pra ver!

FICHA TÉCNICA
BRASIL 2 x 1 ARGENTINA

Data-Hora: 19/09/12 – 22h (horário de Brasília)
Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Carlos Amarilla (PAR)
Assistentes: Rodney Aquino (PAR) e Carlos Caceres (PAR)
Cartão amarelo: Paulinho, Neymar (BRA); Desábato (ARG)
Cartão vermelho: nenhum

GOLS: Martínez, 19’/1ºT (0-1); Paulinho, 26’/1ºT (1-1); Neymar, 48’/2ºT (2-1)

BRASIL: Jefferson; Lucas Marques, Dedé, Réver e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Jadson (Thiago Neves, 16’/2ºT); Lucas (Wellington Nem, 30’/2ºT), Neymar e Luis Fabiano (Leandro Damião, 22’/2ºT).
Técnico: Mano Menezes

ARGENTINA: Ustari; Peruzzi, Desábato, Lisandro Lopez (Vergini, 28’/2ºT), Domínguez e Clemente Rodríguez, Guiñazu, Max Rodríguez e Braña; Barcos (Funes Mori, 30’/2ºT) e Martínez (Somoza, 41’/2ºT).
Técnico: Alejandro Sabella

Fontes: Globo Esporte / Lance

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s