Corinthians perde para o Tijuana e mantém tabu de nunca vencer no México

Corinthians-Tijuana-Libertadores-FuteRock

Por Charley Gima

O Corinthians, atual campeão da Libertadores, buscava igualar o recorde de 17 jogos invictos pela competição, fato que somente o Sporting Cristal do Peru conseguiu até hoje, mas viu as pretensões irem por água abaixo ao perder para o Tijuana por 1X0. O único gol da partida foi marcado pelo zagueiro Javier Gandolfi.

Além de perder a invencibilidade, o Timão ainda mantém o tabu de não vencer e, nem ao menos, marcar um gol jogando no México. Com a vitória o Tijuana abre cinco pontos de vantagem para o Corinthians, que soma apenas 4 pontos, enquanto o líder da chave, o próprio Tijuana do México, soma nove pontos.

O Corinthians pode usar como desculpa para a derrota o campo de jogo, já que o gramado era sintético e o time levou praticamente meia hora para se ambientar com o piso. Isso atrapalhou os jogadores de meio de campo, que não conseguiram alimentar Paolo Guerrero e Alexandre Pato.

Mesmo assim o Corinthians conseguiu marcar um gol, que foi anulado, sendo anotado o impedimento do ataque do Timão. Paulinho também teve um gol anulado por impedimento.

Desse modo o primeiro tempo terminou empatado em 0X0. Mas logo aos 19 do segundo tempo o Tijuana marcou seu gol, após uma falha na saída de Cássio. Aguile desviou a bola na primeira trave e a bola sobrou para o zagueiro Gandolgi, que fez um gol de letra.

O Corinthians ainda tomou sufoco do Tijuana e ouviu o grito de Olé vindo da arquibancada antes de sair de campo derrotado pelo placar simples.

FICHA TÉCNICA

TIJUANA (MEX) 1 X 0 CORINTHIANS

Local: Caliente, em Tijuana (MEX)
Data/Horário: 6/3/2013, às 22h
Árbitro: Victor Carrillo (PER)
Assistentes: Jonny Bossio (PER) e Cesar Escano (PER)
Renda e público: Não disponíveis
Cartões amarelos:  Moreno, Gandolfi e Aguilar (TIJ); Paulinho, Fábio Santos e Guerrero (COR)
Cartões vermelhos:  –
Gols:  Gandolfi, aos 19’/2T (1-0)

TIJUANA: Cirilo Saucedo, Abrego, Pablo Aguilar, Javier Gandolfi e Juan Nuñez; Cristian Pellerano, Fernando Arce, Joe Corona e Fidel Martínez (Garza – 39/2T); Alfredo Moreno (Ruíz – 24/2T) e Riascos (Enríquez – 44/2T). Técnico: Antonio R. Mohamed.

CORINTHIANS: Cássio, Alessandro (Edenílson – 27/2T), Gil, Paulo André (Romarinho – 33/2T) e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Renato Augusto (Douglas – 36’/2T) e Danilo; Pato e Guerrero. Técnico: Tite.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s