Brasil e Itália empatam no amistoso jogado na Suiça e tabu permanece para ambas equipes

Brasil-Itália-Genebra-FuteRock

Por Charley Gima

Brasil e Itália empataram em 2X2 em Genebra, na Suíça, e mantiveram assim a escrita e um tabu para cada lado. A Itália não vence o Brasil há 32 anos e o Brasil não vence uma Seleção Campeã do Mundo desde 2009, quando derrotou a Inglaterra.

Deixando os tabus de lado, o jogo começou quente, principalmente para Júlio César, que teve que trabalhar logo no começo do jogo e salvou o Brasil de levar o primeiro gol. O lado direito da defesa brasileira, com David Luis e Daniel Alves, dava muito espaço para os atacantes italianos, e as melhores jogadas da Azurra saíram por este lado.

Mas quem abriu o placar foi o Brasil, com gol de Fred, que chutou de primeira uma bola rebatida na pequena área. Oscar também deixou o dele, ao receber passe de Neymar, que após uma arrancada do campo de defesa, chamou a marcação e tocou para Oscar finalizar de trivela, tirando do alcance de Buffon.

O Brasil terminava assim o primeiro tempo com 2 gols a frente da Itália. Mas tudo mudaria no segundo tempo!

A Itália voltou com tudo e logo no começo marcou o primeiro gol, com De Rossi. Logo depois Balotelli fez um belo gol, chutando de fora da área e encobrindo Júlio César. Apesar do empate, as duas equipes continuaram em busca do gol, com a Itália atacando mais e o Brasil vivendo de contra-ataques.

Uma cena rara pôde ser vista por quem assitia ao jogo! Neymar foi puxado e tocado, mas pasmem, não caiu! Continuou avançando e tocou para Hulk, que de forma “hábil”, pisou na bola e acabou com o ataque!

O futebol ganharia muito mais se Neymar jogasse em pé sempre, tivemos a prova disso hoje, tomara que ele seja orientado a continaur jogando em pé!

Quanto ao Brasil, bem, vimos que é mesmo a seleção de Felipão quando o treinador teve a chance de deixar Oscar e Kaká em campo, com possibilidade de tirar Hulk, mas optou por trocar Osar por Kaká, de forma inexplicável, deixando o “craque” Hulk em campo…

Vamos ver se a seleção melhora contra a Rússia.

BRASIL 2 X 2 ITÁLIA

Local: Estádio de Genebra, em Genebra (SUI)
Data/Hora: 21/3/2013, às 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Stephan Studer (SUI)
Auxiliares: Jean-Yves Wicht (SUI) e Sandro Pozzi (SUI)
Cartões amarelos: Fred, Filipe Luís (BRA); Maggio (ITA)
Gols: Fred, 32’/1ºT (1-0); Oscar, 40’/1ºT (2-0); De Rossi, 6’/2ºT (2-1)/ Balotelli, 8’/2ºT (2-2)

BRASIL: Júlio César, Dani Alves, David Luiz, Dante e Felipe Luís (Marcelo, 31’/2ºT); Fernando, Hernanes (Luiz Gustavo, 45’/2ºT) e Oscar (Kaká, 15’/2ºT); Hulk (Jean, 37’/2ºT), Neymar e Fred (Diego Costa, 23’/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

ITÁLIA: Buffon, Maggio, Barzagli, Bonucci e De Sciglio (Antonelli, 27’/2ºT); De Rossi (Diamanti, 34’/2ºT), Pirlo (Cerci, intervalo), Montolivo e Giaccherini (Poli, 27’/2ºT); Balotelli (Gilardino, 38’/2ºT) e Osvaldo (El Shaarawy, intervalo). Técnico: Cesare Prandelli.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s