Que vergonha! Guarani vence o Corinthians na Arena Itaquera e elimina o Timão da Libertadores

Corinthians x Guaraní-PAR - Eliminação (Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)

Por Charley Gima

Decisão em Itaquera? Já era! O Guarani venceu o Corinthians por 1X0 em jogo realizado na Arena Itaquera, e eliminou o Timão na disputa pelo bicampeonato da Libertadores. Foi a segunda vez que o Corinthians sentiu o gosto de ser eliminado em seu novo estádio. E esta eliminação pode ser considerada tão vergonhosa quanto a eliminação para o Tolima, pois são dois times de pouca expressão no futebol continental.

Os corintianos estavam usando isto, jogar contra o Guarani do Paraguai, como desculpa sobre as últimas fracas atuações na fase de grupos: derrota contra o São Paulo no Morumbi, e empate contra o San Lorenzo na Arena Itaquera, como estratégia para poder fugir dos times mais fortes e encarar o Guarani do Paraguai.

O tiro saiu pela culatra, e após a pífia atuação no jogo de ida, onde perdeu por 2X0, o jogo na Arena Itaquera foi sofrível! O Corinthians estava irreconhecível! Não conseguiu envolver o Guarani em nenhum momento do jogo, e o time paraguaio encarou o Timão de igual pra igual. Guerrero, Jadson e Renato Augusto não deram trabalho para o goleiro paraguaio no primeiro tempo, fora um único chute de Guerrero, defendido por Aguilar.Libertadores-Cortinthians-X-Guarani-Paraguai-Arena-Itaquera-FuteRock

O segundo tempo começou mais nervoso e Fábio Santos foi expulso, justamente, aos 7 minutos, após fazer falta em um jogador do Guarani, e continuar a jogada mesmo após o juiz apitar a falta e dividir a bola com outro jogador, levantando a perna muito alto, atingindo a barriga do adversário. Infantilidade total!

Tite já tinha modificado o Timão, colocando Danilo e Mendoza, nos lugares de Felipe e Malcom, mas esta expulsão prematura acabou com os planos do treinador. Tudo piorou quando Jádson levou o segundo amarelo aos 27 minutos, após dar um tapa na cara do seu marcador, que havia dado um chapéu nele. A casa literalmente caiu!

Os jogadores deixaram a técnica de lado e passaram  a jogar com garra e vontade, mas o Guarani permaneceu fechado. Deu pra ouvir a torcida paraguaia gritar “olé” quando os jogadores do Guarani tocavam a bola. Aos 46, Fernández recebeu em posição legal na pequena área, matou no peito e fuzilou o gol de Cássio de primeira, aumentando a vergonha corintiana!

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 0 X 1 GUARANÍ-PAR

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data/hora: 13/5/15, quarta-feira, às 22h
Árbitro: Enrique Osses (Chile)
Assistentes: Marcelo Barraza e Christian Schiemann (ambos do Chile)
Renda/público: R$ 3.327.731,50 / 39.806 pagantes
Cartões amarelos: Guerrero, Jadson, Gil, Elias, Fagner (Corinthians); Mendoza, De La Cruz (Guaraní-PAR)
Cartões vermelho: Fábio Santos, aos 7’/2ºT; Jadson, aos 27’/2ºT (Corinthians)

GOL: Fernández, aos 46’/2ºT (0-1)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe (Danilo – intervalo), Gil e Fábio Santos; Ralf, Elias (Bruno Henrique – 33’/2ºT), Jadson, Renato Augusto e Malcom (Mendoza – intervalo); Guerrero. Técnico: Tite.

GUARANÍ-PAR: Aguilar; Maldonado, Cáceres e Patiño; Bartomeus, Palau, Mendoza, Juan Aguilar (Darío Ocampo – 33’/2ºT), De La Cruz e Benítez (González – 39’/2ºT; Santander (Fernández – 42’/2ºT). Técnico: Fernando Jubero.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s