Rogério Ceni dá a vitória no clássico San-São e se torna um dos 10 maiores artilheiros do São Paulo

Por Charley Gima

O goleiro artilheiro Rogério Ceni marcou o gol de número 128 de sua carreira no clássico San-São e tornou-se o décimo maior goleador Tricolor, igualando-se à Raí.

A noite começou bem para o São Paulo, com Michel Bastos abrindo o placar cobrando uma falta forte e rasteira. Vladimir não segurou a bola, que pingou na sua frente e ganhou velocidade, deixando o Tricolor fazer 1X0. Mas no fim do primeiro tempo o juiz marcou um pênalti quando, em um chute forte dentro da área, a bola bateu no braço de Denilson, que estava aberto. Ricardo Oliveira cobrou o pênalti, Rogério Ceni chegou a defender a cobrança, mas o atacante do Peixe pegou o rebote e empatou o jogo no fim do primeiro tempo.

Houve ainda um cartão amarelo para o goleiro reserva Renan e outro para o capitão Rogério Ceni, que saiu reclamando sobre o “estrelismo” do árbitro Thiago Duarte Peixoto, que assinalou o pênalti corretamente, mas exagerou na distribuição dos cartões amarelos.

Ricardo Oliveira marcou o segundo gol do Santos no começo do segundo tempo, quando chutou da entrada da área e Rogério Ceni colaborou, aceitando um frango. Mas o São Paulo não se abateu e continuou agredindo o Santos, até que Paulo Miranda empatou o jogo, cabeceando para o gol após uma cobrança de escanteio.

Perto do fim, o São Paulo teve um pênalti a favor e o capitão Rogério Ceni se encarregou da cobrança. O goleiro artilheiro não se intimidou e cobrou no meio do gol, marcando seu gol de número 128, igualando-se a Raí como um dos 10 maiores artilheiros do São Paulo!

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 3 X 2 SANTOS

Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/Horário: 3 de junho de 2015, às 21h
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (ASP-Fifa)
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Júnior e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
Público e renda: 13.847 pagantes / R$ 420.465,00
Cartões amarelos: Rogério Ceni, Michel Bastos, Denilson, Paulo Miranda (SAO); Ricardo Oliveira, Lucas Otávio, Werley (SAN)
Cartão vermelho: Marquinhos Gabriel – 41’/2ºT (SAN)

GOLS: Michel Bastos, aos 33’/1ºT (1-0); Ricardo Oliveira, aos 45’/2ºT (1-1); Ricardo Oliveira, aos 2’/2ºT (1-2); Paulo Miranda, aos 5’/2ºT (2-2); Rogério Ceni, aos 39’/2ºT (3-2)

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Bruno, Paulo Miranda (Hudson – 15’/2ºT), Dória e Carlinhos; Denilson, Souza, Thiago Mendes (Centurión – 18’/2ºT) e Michel Bastos; Ganso e Alexandre Pato (Luis Fabiano – 27’/2ºT). Técnico: Milton Cruz.

SANTOS: Vladimir (Vanderlei – Intervalo), Daniel Guedes, Werley, David Braz e Victor Ferras; Lucas Otávio, Renato, Lucas Lima e Rafael Longuine (Marquinhos Gabriel – Intervalo); Geuvânio (Marquinhos – 30’/2ºT) e Ricardo Oliveira. Técnico: Marcelo Fernandes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s